Reforma residencial, dicas para economizar

Psicóloga Zona Norte, a compreensão da mente humana
4 de abril de 2016
Pedreiro em Sumaré, um serviço de qualidade
5 de abril de 2016
Exibir tudo

Reforma residencial, dicas para economizar

Reforma residencial, bons profissionais ajudam você a economizar

Qualquer projeto de reforma residencial pode tornar-se complexo e lhe dar muita dor de cabeça caso não seja bem planejado e definido nos seus detalhes. Estes dois procedimentos (planejamento e definição) lhe ajudarão a antecipar problemas e planejar um orçamento e cronograma de trabalho para que sua obra não fique inacabada ou seja levada adiante com materiais sem qualidade que lhe darão muitos transtornos futuros.

Como o objetivo é economizar, ou seja, gastar menos ou fazer mais com o mesmo orçamento, elencamos algumas dicas que lhe ajudarão neste grande desafio, que certamente irá gerar alguns transtornos, podendo ser facilmente superados caso você consiga antecipa-los.

Reforma residencial

O projeto deve sempre fazer parte de uma obra

Muita gente acredita que um projeto feito por um profissional capacitado em construção e reforma residencial seja algo desnecessário, quando na verdade não é !

Uma reforma somente será bem executada se ela tiver como base um bom projeto, pois este vai atuar como um instrumento altamente eficaz para fazer você planejar o que será feito, orçar o que você gastará com materiais e mão de obra, tendo como resultado final economizar, reduzir imprevistos e controlar prazos de execução.

É importante você saber que um projeto não se resume apenas a um simples desenho, mas através dele é possível definir toda a execução de uma reforma, nos seus mínimos detalhes.

Um projeto executivo ajudará a saber a o consumo e a metragem exata de materiais que serão utilizados, como pisos e azulejos, componentes elétricos e hidráulicos, acabamentos, pintura e até objetos de decoração.

Esta etapa da reforma residencial é, sem dúvida, a mais importante para gerar economia, pois o maior gasto ocorre com desperdício de materiais e retrabalho, portanto um bom projeto, feito por bons profissionais certamente irão fazer com que você economize na sua obra.

A escolha do material deve ser feita de maneira inteligente

Com o projeto em mãos, sabendo o que será utilizado, a próxima etapa é definir os materiais que serão utilizados no seu projeto. Esta etapa pode gerar grandes economias, pois algumas marcas podem custar muito e não trazer grandes benefícios. Hoje temos, por exemplo, variedades de pisos porcelanato com uma grande variação de preços, algumas marcas com preços menores podem ter qualidade boa o suficiente para o seu projeto. Saiba que alguns pisos são dimensionado para suportar grandes cargas, o que não é necessariamente o que você necessita para sua obra. Alguns detalhes de peças e metais para lavabo passam quase imperceptíveis no dia-a-dia porém encarecem muito o produto. Portanto compre somente o necessário e materiais que tenham as características que o seu projeto precisa.

Na construção, saiba que o acabamento em gesso, como paredes e tetos Drywall, são muito resistentes, tem características acústicas, consomem menos tempo na sua colocação e mão de obra, além de serem mais econômicos que outras soluções de alvenaria.

Uma tinta de boa qualidade poderá custar mais, porém terá um custo menor por aplicação por metro quadrado, utilizando menos produto, terá também menor gasto com mão de obra e maior durabilidade.

Procure negociar sempre

Quando se trata de reforma residencial é sempre importante que você negocie com todos os seus fornecedores. Em momentos de crise, com vendas em baixa e maior disponibilidade de mão de obra, negocie cada compra de material ou contratação de mão de obra. Se você tiver o dinheiro disponível melhor ainda, peça desconto para o pagamento a vista ou maior parcelamento para o financiamento.

Quando for contratar a mão de obra, conheça o trabalho realizado pelo profissional, visitando outros serviços que tenha realizado. Converse com seus clientes, saiba se o serviço foi bem feito e se recomendam o trabalho do profissional. Escolher um bom profissional é, sem dúvida, um bom negócio, pois você terá a segurança de que não será necessário o retrabalho e terá como garantia um serviço bem feito.

Faça um planejamento financeiro

Planejamento financeiro é você saber o que será gasto ao longo do tempo, tenha certeza de que terá o dinheiro disponível até a finalização da obra, caso contrário você terá grande transtorno e risco em ter sua obra parada ou terá desperdício com retrabalhos, principalmente em casos em que ocorre a substituição do profissional inicialmente contratado.

Isto também é válido para a compra de materiais, evitando que o profissional esteja disponível para o trabalho, porém não tenha o material suficiente para o andamento da obra.

Na fase do projeto elabore um cronograma de obra que seja compatível com sua disponibilidade financeira, se necessário alongue a execução do projeto inicial, isto também faz parte do planejamento e execução do projeto.

Certifique-se que as normas técnicas sejam atendidas

Sua reforma residencial terá instalações elétricas e hidráulicas que deverão seguir as normas legais, como também o projeto de alteração civil. Converse com profissionais experiêntes e saiba o que deverá ser feito para que seu projeto cumpra as normas legais. Não corra riscos em ter sua obra “parada” por deixar de cumprir as normas técnicas vigentes.

Procure sempre trabalhar com bons profissionais

Já falamos sobre a contratação da mão de obra, porém por ser um ponto extremamente importante vamos dar algumas dicas adicionais.

Após escolher o profissional, baseado na sua experiência e recomendações que você já levantou, faça um contrato de trabalho definindo o pagamento por etapas de trabalho realizadas. Coloque no contato que o profissional é responsável pelo cumprimento das normas legais durante o período que estiver na sua obra e que dará garantia dos serviços realizados. Tenha sempre um diálogo franco e honesto, colocando suas espectativas com relação a prazos, consumo de materiais e pagamento. É comum os profissionais pedirem adiantamentos, saiba ponderar se este for o caso, porém evite antecipar pagamentos por serviços que não foram realizados.

Um bom profissional lhe ajudará a economizar durante toda a obra, evitará desperdício e reduzirá o tempo de trabalho, como também os possíveis transtornos, portanto estabeleça uma relação cordial e de respeito onde as duas partes sairão ganhando.

Conheça os melhores profissionais perto de você através do portal www.servicosnacidade.com.br,  lá você terá acessos a ótimos profissionais como:

engenheiro civil, arquiteto, pedreiro, construção&reforma, eletricista, gesseiro, pintor e muitos outros profissionais.